Carrinho

Casa e cor: No início de fevereiro a WGSN (World’s Global Style Network) lançou uma lista com as 10 tendências cromáticas para 2018, eles que sabem tudo quando o assunto é moda e decoração.

Podemos perceber que na moda ou na decoração as cores da vez remetem às cores de pedras preciosas. A lista é bem diversificada, porém as cores fazem parte do que a Casa Vogue chamou de paleta modernista. As cores fortes e vibrantes presentes nos anos 30 a 60 voltam de cara nova para nossas vidas.

Casa e Cor: Confira abaixo e nos diga qual a sua preferida!

Laranja damasco (Apricot Orange): A dica é utilizar o laranja damasco com marrons, pretos e brancos na decoração.

Castanho fechado (Moody Maroon): A paleta escura continua em alta e com isso o vermelho aparece como uma das cores mais fortes. Ele aparece num tom próximo ao castanho-avermelhado, as nuances amadeiradas estarão presentes tanto em pequenos itens quanto em móveis grandes na decoração.

Terracota pigmentada (Pigmented Terracotta): Tons terrosos estão dominando a cena em 2018 e prometem continuar em evidência nos próximos anos. Em 2018 a cor terracota pode ser encontrada com rosa queimado por exemplo.

Foscos e mates (Pale & matte): O branco aparece levemente tonalizado em superfícies foscas, fazendo com que combine muito bem com ambientes muito claros ou muito escuros. Mais suave que as famosas candy colors, num primeiro momento pode ser que não chamem muito a atenção.

Preto metálico (Metallic Black): O preto está com tudo e agora é a vez de usar e abusar. Para criar nuances se mistura com o brilho das superfícies metálicas criando um mix de texturas.

Verde militar ácido (Acid Olive): O greenery, cor eleita pela Pantone em 2017,       aparece em 2018 mais ácido e próximo ao pistache.

Amarelo dourado (Golden Yellow): Em 2017 ele já dava as caras como tendência e se confirma em 2018. O amarelo puxado para o dourado é luminoso e vai bem aplicado em superfícies como o veludo – que continuará forte em 2018.

Esmeralda profundo (Deep Emerald): O verde esmeralda escurecido e com toque azulado toma conta das paredes em ambientações mais profundas.

Azul saturado (Saturated Blue): Para dar vida e energia aos ambientes, o azul surge através de splashes de cor.

Color blocking (Clashing pairings): O color blocking saiu das passarelas das principais semanas de moda direto para a decoração. A ordem agora é inserir cores vibrantes e contrastantes nos interiores, elas podem estar presentes em quadros ou estampas geométricas.

Louiza Hüntemann Garcia

Arquiteta e Urbanista

@louizahg.arq

(48) 98843-2128

Cores fortes e tons clássicos, que nunca saem de moda, esmaltes deixam as unhas prontas para a estação mais quente do ano.

Esmaltes Verão 2018

Assim que as temperaturas sobem, as cores dos esmaltes acompanham o calor com cores quentes e vibrantes. Tons marcantes como o laranja, amarelo, azul e nuances de pink estão em alta no verão 2018.

Esmaltes atemporais que combinam com qualquer estação do ano não devem ficar de fora: as cores clássicas como branco, preto e vermelho jamais deixarão o gosto das mulheres brasileiras, e continuarão como ‘queridinhos’ na hora de embelezar as unhas.

Os especialistas apostam, ainda, que os  esmaltes de cor nude vão ganhar ainda mais espaço nos salões de beleza. O ideal é escolher a cor que mais combine com sua personalidade e até mesmo com o tom de pele.

Enquanto as cores de esmalte para o verão 2018  transitam entre o nude e tons de lilás, laranja e azul, as tendências em nail art misturam tons em desenhos que vão dos minimalistas aos extravagantes. Tudo depende da personalidade e estilo da mulher.

Cada detalhe chama a atenção para as unhas veja:

1. Logomania

Presente nas roupas chega às unhas em 2018. Adesivos que estampam nomes de marcas famosas ou desenhos associados a uma grife também estão presentes nas tendências de nail art.

2. Geometria

Traços coloridos, em formas de triângulos, listras e quadrados ganham força. Preenchidos ou vazados, este tipo de nail art deixa o visual despojado e pronto para qualquer ocasião.

3. Craqueladas

Para quem não conhece, as unhas craqueladas são aquelas que parecem estar arranhadas e até mesmo rachadas. O efeito pode ser realizado usando um palitinho por cima do esmalte, apostando em produtos com esse acabamento ou ainda colando adesivos que trazem essa característica. O resultado? Desenhos criativos e unhas exclusivas!

4. Florais

Com brands estampadas em adesivos até o estilo mais romântico dos florais com fundo escuro ou em cima da tradicional francesinha, os florais estão em alta! As flores surgem em todas as unhas, em apenas uma ou duas, mas sempre associada a esmaltes que combinam com a cor do desenho. Neste estilo, o floral pode ser aplicado em forma de adesivo ou cuidadosamente pintado sobre as unhas.

5. Aplicações de luxo

Do glitter às aplicações com pedrarias e até arames, vale tudo na hora de inovar na decoração das unhas. Adornos em joias também entram nessa tendência, sem exageros. A dica é usar a aplicação em apenas uma das unhas e não em todas.

E agora é só combinar sua cor preferida com nossos Looks, e aproveite bem o verão! Se gostou deixe seu comentário!

 

Ainda falta muito tempo, mas os designers já conseguem revelar quais serão as tendências em estampas para o inverno 2018.
Nesta estação, marcada pelas baixas temperaturas, veremos parâmetros inovadores e novas formas de pensar. Será uma temporada de resiliência onde os conceitos pré-concebidos vão desaparecendo pouco a pouco. Em contrapartida, as questões políticas e sociais estarão cada vez mais em evidência.
Além disso, a ideia de individualidade continuará cada vez mais forte, tornando-se a mensagem principal em meio à todas as tendências de inverno. Neste momento, as marcas percebem que o consumidor contemporâneo busca inspiração nas passarelas, mas que se veste de acordo com suas próprias necessidades e personalidades.

Inverno 2018

  • Pure personality

No intuito de valorizar os elementos fundamentais da vida, como a natureza, o tempo, a simplicidade e o prazer, o verde continuará em alta nas próximas temporadas. No inverno, porém, ele será uma mistura de tonalidades, entre o verde militar e o esmeralda, apresentando uma intensidade mais dramática, fruto dessa reconexão que se busca com a natureza e a natureza do ser.

  • Rusty Art

Com estas estampas, a ideia é trazer elementos do passado para o presente, criando visuais atemporais com referências de décadas anteriores. Com essas cores e padronagens, as marcas irão revisitar seus arquivos em busca de peças básicas sofisticadas e itens luxuosos para o dia a dia. Nas peças, também veremos estampas florais revisitadas com fundos mais escuros. A sensação aqui pode ser descrita como “despertar e encontrar o café da manhã posto à mesa”.

  • Miss robot

Com o avanço da tecnologia, a moda também busca novidades, incorporando descobertas e inovações aos tecidos da atualidade. Desta maneira, as estruturas pesadas dão lugar a tecidos leves e maleáveis, em vestidos, terninhos, calças, saias, bory e tops, tanto em tons coloridos quanto em efeitos glossy e glitter.
Hit dos anos 70 e depois nos 90, o lamê e o lurex invadiram as passarelas de grifes como Diesel Black Gold, Roland Mouret e Roberto Cavalli. Já o veludo molhado, que reinou em absoluto na temporada internacional de inverno 2017, segue com força total nas próximas temporadas.

  • Pure silver

O maximalismo vem com tudo para dar glamour ao inverno. Materiais brilhantes, mistura de estampas e tecidos e styling com sobreposições nada óbvias vão ser destaque. E, assim como na tendência citada anteriormente, os metalizados também tem inspiração advinda das inovações do mundo digital e da necessidade da moda em sempre olhar para frente.
Em 2016 os metalizados começaram a aparecer nos acessórios, em 2017 viraram febre, principalmente em sandálias e scarpins, e em 2018 essa tendência continua com tudo, para investir em composições all black e all white

  • Mix de estampas florais, xadrezes e listras

Combinar peças feitas com diferentes estampas é uma das tendências do mundo da moda há algum tempo. Nesta temporada, a nostalgia exerce um papel importante, recebendo uma releitura com propostas menos rígidas, de modo a criar uma sobreposição de referências.
No inverno 2018, o passado ganha aspecto mais jovial e menos sentimental, com detalhes e materiais atuais que o modernizam, indo além das reproduções óbvias e buscando criar um estilo livre, que reflete o entusiasmo das subculturas jovens.
E então, qual dessas tendências despertou mais a sua atenção?